Sporting... sempre!

Esforço, dedicação, devoção e glória!

Thursday, January 27, 2005

.
Link

Poucas vezes leio umas quantas linhas e concordo com quase tudo! Quando isso acontece, justifica-se um 'link'!

Leiam aqui...




.
Benfica 3 – 3 SportingCP (7-6 a.p.)


Grande jogo de futebol. É uma pena que não se jogue assim pelo menos de 15 em 15 dias em Portugal.
O Sporting foi claramente a melhor equipa no terreno, mas o Benfica fez pela vida, e dizer que foi um vencedor injusto não me parece correcto! Nos penalties ninguém vence com justiça e ninguém perde com justiça, mas ganha sempre quem é melhor nos penalties, e aí o Benfica foi melhor!

No jogo, e deixando António Costa para o final (embora seja quase impossível dissociar este cromo dos lances!), o Sporting fez uma primeira parte fantástica!
O meio-campo dos leões é dos que melhor jogam em toda a Europa, e é uma pena que não haja um ‘Rogério’ na esquerda, e um Liedson para jogar ao lado de... Liedson! Mas não se pode ter tudo...
O Benfica esteve globalmente bem, embora tenha feito uma primeira parte fraquinha, alicerçada em duas recargas a dois livres de... laboratório!
O Sporting mostrou classe ao jogar no campo todo, de peito aberto, para vencer, mostrando que joga o melhor futebol em Portugal! Nem mesmo um dia a menos de descanso, mais ausências no 11, dois veteranos na equipa que tinham feito 90min há 3 dias, fizeram temer Peseiro...

Rochemback fez uma exibição tremenda! Viana, até onde deixaram, mostrou que tem lugar na selecção, e Moutinho mostrou que está encontrado um reforço para o meio-campo! Barbosa e Sá Pinto estiveram lutadores e regulares, Liedson foi o costume (não há nenhum avançado que a ele se compare em Portugal!) e lá atrás Rogério esteve normal, Paíto esteve mal a defender, bem a atacar (que golo monumental!) enquanto Enak e Polga formam a melhor dupla de centrais dos leões! Tiago fez o que podia... mas não esteve sempre bem!

Nos encarnados Luisão esteve muito mal (ainda há quem queira comparar este rapaz alto a um bom central?!?), mas Petit foi incansável, Simão mostrou a sua classe (o que faz este rapaz encostado no Benfica?), Geovanni esteve bem nas recargas, e Quim continua a justificar a opção do mal amado Trap!

É uma pena que depois deste jogo vibrante se tenha que falar no árbitro! Pessoalmente (e disse-o na antevisão do jogo...) acho que este árbitro é do mais cobarde que há a arbitrar! Não tem coragem para assumir uma arbitragem que favoreça o futebol, e isso prejudicou o Benfica e o Sporting, e prejudica sempre os clubes intervenientes...
Neste jogo em especial esteve (ainda para mais!) azarado. Duas faltas inexistentes deram dois golos ao Benfica! Azar. O lance de Bruno Aguiar é tão clarinho (o jogador a isolar-se, por trás, às pernas, e com a bola a 3metros!?!?!) que só mesmo A.Costa não expulsaria o jogador.
Depois a expulsão de Viana! Tenha pena, de facto, que um árbitro expulse um jogador porque uma bailarina se rebola no relvado, mas fico essencialmente triste por João Pereira. Como se já não bastasse ser um fraco jogador de futebol, é mal intencionado, e ainda tem a lata de vir reclamar com quem o reprovou, como que se as imagens não mostrassem o que se passou ao Mundo! Antevejo-lhe um grande futuro...

O momento do jogo – 101’
Deixar o Sporting a jogar com 10 quando já estava inferiorizado fisicamente, foi a gota de água. O golo de Paíto foi sem querer, e Simão repôs a justiça a A.Costa. Mesmo assim o Benfica, em 20minutos com um a mais fez um remate à baliza...

A figura – José Peseiro
Vários jogadores, de parte a parte, estiveram muito bem, seria injusto distingui-los!
Peseiro é a grande surpresa da época! Ainda ontem reli o post que escrevi aquando do SCP-Leiria, onde disse cobras e lagartos da equipa e do treinador! Como mudou este Sporting, e que lindo o futebol que pratica!
E parabéns a Peseiro pela postura que a equipa tem sempre, e por nos fazer vibrar na vitória e na derrota! E sem esquecer os jovens, o que é uma dupla vitória...

Finalizo dizendo que o Benfica fez uma óptima exibição (não tem culpa da qualidade de A.Costa!), e mostrou que, se for menos irregular, poderá ajudar a abrilhantar esta Liga!

Tuesday, January 25, 2005

.
Amanhã há Taça!!!


Joga-se amanhã na Luz o jogo principal da próxima eliminatória da Taça – SLBenfica SportingCP!

Do lado dos encarnados a moral está em baixo, mas a equipa joga em casa e quererá mostrar qualidades. Trapatonni tem a cabeça a prémio, secundado pelo fantasma Camacho, e quererá voltar a jogar como frente ao Boavista e vingar a clara derrota sofrida em Alvalade, há 2 semanas!
Miguel e Karadas não jogarão, depois de uma jornada em que todas as estrelas estavam disponíveis (apenas Fernandes castigado!), e o resultado foi desastrado.
Muitos dos jornaleiros têm por hábito justificar as derrotas do Benfica com as ausências na equipa. Em Alvalade faltaram Miguel e Luisão, e os outros 9 esqueceram-se de jogar. No sábado os mesmos críticos justificaram que agora o Benfica já é Manuel fernandes e mais 10...
Oxalá na 5ªfeira estes iluminados venham dizer que o Befica é Miguel, Karadas e mais 9...

Do lado do Sporting faltam Douala e Martins pela certa, e Rochemback, Viana, Beto, R.Jorge, Niculae estarão em dúvida, fruto de lesões ou toques recentes e Custódio fará, se Peseiro não o poupar, o 4º jogo em 10dias!
Mota, recente reforço pode estrear-se.
No último jogo o Sporting chegou a jogar ao mesmo tempo com Hugo, Tello, Barbosa, Moutinho, SáPinto e Pinilla... 6 segundas escolhas que deram boa conta de si, e que mostram que afinal o plantel pode não ser tão curto como parecia...

Somando tudo, o Benfica é favorito porque joga em casa, e porque tem mais a provar que o Sporting, mas um derby nunca é muito racional, logo a eliminatória será aberta!

O árbitro será António Costa, alguém que não gosto de ver nos derbys ou clássicos porque se protege em demasia! Apita por tudo e por nada, compensa lances duvidosos com faltas matreiras e prejudica o espectáculo, na ânsia de não ter casos polémicos! Oxalá esteja bem, e, acima de tudo, seja coerente nos critérios e não prejudique nenhum dos clubes!

E que vença o melhor, claro!

Monday, January 24, 2005

.
Jornada 18


Gil Vicente 0 – 3 SportingCP

Jogo fraquinho do Sporting, que valeu pelo resultado e pela exibição agradável de Sá Pinto, que obteve dois golos soberbos!
De resto, Ricardo esteve sóbrio, e evitou que o Gil reduzisse no minuto seguinte ao segundo golo... Enak mostrou porque deve ser titular, e R.Jorge foi uma avenida para Tonanha! De arrepiar...
No miolo, Moutinho mostra potencialidades para o futuro, e Tello é uma das maiores injustiças que o Sporting tem cometido! O rapaz tem uns belos pés, e é o jogador que melhor cruza nos leões! Devia ser a alternativa natural a Viana, e nunca joga...
Já Barbosa mostrou-se muito lento! Mais à frente, Liedson joga cada vez mais só, mas mesmo assim vai marcando, à imagem do que Inácio fez com Acosta, que acabou por dar em título!
Sá Pinto mostrou que quem sabe nunca esquece, mas desenganem-se os que pensam que será com Sá Pinto que o Sporting pode atacar o título... se Mota não for reforço, ou Niculae não regressar no seu melhor, ao primeiro arrepio de frio de Liedson o Sporting deixa de marcar golos...


ULeiria 0 -1 FCPorto

O jogo do costume, a atitude do costume, os golos de McCarthy e Fabiano com os cotovelos, o canto que não era canto e deu golo, o GRedes que está pré-contratado e sai ao intervalo, e o grande Presidente a dizer que era natural que o árbitro (óptimo jogo!) expulsasse McCarthy!
E ainda há quem diga que o Apito Dourado está a mudar o futebol português!
Já aqui vim muitas vezes dizer que Fernandez não é treinador para o FCPorto, e claro está, mantenho a minha opinião, mas devo dizer que penso que a saída de Fabiano ao intervalo foi uma atitude nobre do treinador azul! Pena que perceba pouco de futebol, porque até parece boa pessoa...



SLBenfica 0 – 2 Beira-Mar

Se já ontem me escusei a comentar o Benfica por me parecer demasiado fácil, hoje poderia fazê-lo ainda mais. Mas não me parece justo, até porque me parece que o Benfica vale bem mais do que a exibição miserável que fez no sábado...
Jogou-se mal demais na Luz, onde até o pobre BM fez figura. Os aveirenses poderiam ter goleado, mas não sabiam para mais!
E o que dizer de Trap? Continuo a achar que o velhote não tem um plantel para o seu jogo, mas isso não explica tudo!
Como se pode jogar com Miguel diminuído 60 minutos, para este agora apresentar um rotura?
Como pode jogar Karadas na frente de um candidato ao título? E quem contratou este rapaz?
Como pode jogar P.Almeida no Benfica?
Como se pode jogar num 4-2-4, sem um organizador de jogo, sem niguém que queira a bola no miolo, e obrigando Petit a destruir o jogo adversário, ajudar a defesa, recuperar todas as bolas e ainda construir futebol?
Por que foi Geovanni (que mal se aguenta na linha) desviado para o meio?
Por que razão Mantorras já é usado para pronto-socorro?
Porque razão se dispensou Sokota, que joga mais parado que Karadas em grande forma?
Bom, já chega...
Pelo menos este jogo terá servido de tónico para o derby de 4ªfeira...


P.S.- Mais uma jornada com claro dedo de arbitragem! O Boavista (quem mais?) voltou a sorrir na Madeira, após a expulsão de Cléber, que frente ao Sporting fez 7 faltas na primeira parte e chegou ao intervalo sem um amarelo...O Rio Ave-Estoril foi mais um espectáculo pobre de Elmano Santos (quem mais?). Fabiano (mostrando mais interligação com McCarthy) agraciou Renato e viu um violento amarelo, e aposto que foi porque o fiscal de linha achou o lance estranho...

Friday, January 21, 2005

.
SuperLiga – 1ªvolta

Aqui vai a minha análise à primeira volta desta SuperLiga que de super só tem o nome:

O melhor jogador de campo – Carlos Martins
O melhor Guarda – Redes - Hélton
O melhor Treinador – Carlos Brito
A futebol mais bonito – Rio Ave
O futebol mais ofensivo – Sporting/Belenenses
A equipa surpresa – Sporting
A equipa desilusão – FCPorto/Fernandez
O pior da SuperLiga – As arbitragens/Luís Guilherme

Este ano temos uma SuperLiga nivelada por baixo. Quer isto dizer que há mais clubes próximos dos ‘grandes’, como Boavista, Braga, Marítimo e Setúbal, que realizaram boas primeiras voltas, e essencialmente o FCPorto está muito abaixo das expectativas que criou, e do que Mourinho nos habituou. Só por esta razão se chega ao final da primeira volta com 3 equipas na primeira posição e duas nos seus calcanhares.
O FCPorto de Mourinho, esse, já teria o campeonato na mão, mas de ‘ses’ não interessa mais falar...

Como já aqui escrevi sobre o Sporting, vou saltar o meu clube e analisar a primeira volta dos principais rivais.

O FCPorto, que elegi como principal desilusão é curiosamente o líder, e simultaneamente ainda reúne o meu favoritismo para vencer. Na minha opinião, o que de melhor poderia acontecer a este Porto era perder copiosamente em Leiria, despedir Fernandez que ainda não acabou o período de experiências (pelo menos naquele miolo...) e contratar alguém que perceba um pouco mais de futebol, e um pouco menos de relações públicas. Só em Portugal vejo meia-dúzia de técnicos capazes de fazer melhor que esta truta que o Porto desencantou em Espanha.
Espero que o FCPorto não aproveite Janeiro para contratar um bom central, e um patrão para o miolo, que faça o mesmo que faz Maniche, um pouco ao jeito de Pedro Mendes, como se afigura ser Lucho Gonzalez. Espero que continue a apostar em McCarthy e Fabiano, visto que não me parece que vá dar resultado... E oxalá este Pitbull não morda!
Mas com um treinador até mesmo este plantel chega e sobra...

Na Luz mora uma questão complicada. Os encarnados têm um bom naipe de... 11 jogadores, salvo um ou outro erro de casting, e sem muitas lesões e castigos, com uma equipa rotinada desde o ano passado, podem ser ameaça credível para o título. Mas quando não joga um dos intocáveis o futebol descarrila. Basta atentar no que aconteceu em Belém, frente à Oliveirense ou, se calhar mais gritante ainda frente ao Sporting... onde a simples ausência de Miguel e Luisão mudaram a atitude de todos.
E não se esqueçam de Mantorras que poderá ser a alegria desta 2ªvolta...

O Boavista é a equipa mais incaracterística, mas não me parece com estofo para o campeonato. Falta, para já, um goleador nato, alguém que finalize o que JVP poderá vir a criar, e um médio com um pulmão inesgotável, que não faça a equipa perder-se ofensivamente só por ter um conjunto defensivo, alguém que faça a figura de Petit, na época do título.

O SCBraga é a prova provada de que se consegue uma boa equipa com jogadores contratados a custo zero, ou quase, com portugueses ou brasileiros com experiência no nosso país. Faltará também ao Braga um avançado poderoso e estaleca para os momentos decisivos. Esta época já perdeu em casa duas oportunidades fáceis de chegar à liderança, com Penafiel e Moreirense...

Acredito que que o Marítimo, a par de Belenenses e provavelmente o Guimarães sejam os mais sérios candidatos ao 6ºlugar, mas é o Rio Ave que vai jogando bom futebol. E fez questão de o provar frente a Sporting, Benfica e FCPorto, com a particularidade de não ter vencido os dois últimos por erros de arbitragem... Carlos Brito não deverá ser premiado com a liderança de uma equipa como o FCP (nunca se sabe!), mas merecia pelo menos uma experiência num clube com outras aspirações.

Uma palavra para os árbitros.
Cada vez estão piores, e cada vez mais egocêntricos. Para Luís Guilherme a frase ‘os árbitros também erram...’ é um slogan de campanha, mas a verdade é que dá a ideia que nunca erram, dada a inoperância de toda a classe!
Mais Apito, menos Apito, é preciso criar condições aos árbitros para estes deixarem de ter desculpas e se limitarem a arbitrar...
E porque raio não se pode ter acesso aos relatórios? Serão eles assim tão mal elaborados que necessitem de se esconder?

Uma última palavra para a Liga.
Desde que se pré-angaiolou o Major que a Liga desapareceu de cena! Se não fosse o seu enigmático conselho de arbitragem, nem se dava por ela...
Esta liderança Benfica/Boavista prometeu muito e pouco tem feito! Nem um Benfica campeão é capaz de garantir...
Mas sempre nos garante situações complicadas como a que se gerou a João Ferreira, o azarado que teve de arbitrar logo o encontro entre os pesos pesados a quem tem de responder no seu ofício...



P.S.- A 2ª volta parece começar bem. Voltaram os sumaríssimos e desde logo com coerência – McCarthy será provavelmente castigado, mas, só para citar dois exemplos, Petit, por agressão clara e Tiago por falta violentíssima passam em branco... e não é, de certeza, por problemas de não-reencidência!
Parece coincidência mas Petit e Tiago são do... Benfica e Boavista, pois claro!

Tuesday, January 18, 2005

.
SportingCP – 1ªvolta


O melhor jogadorCarlos Martins
O melhor avançadoLiedson
O melhor defesaPolga
O melhor desenrasqueRogério
A maior desilusãoPaíto
A confirmaçãoCustódio
A surpresaJosé Peseiro
O piorA muleta de Liedson, que não existe!


Foi de altos e baixos esta primeira volta do Sporting.
Começou-se muito mal, e com equívocos a mais. Com Hugo a ter que jogar nos primeiros jogos, com Garcia na direita, e sem Custódio, Martins e Rochemback nas primeiras jornadas, não é difícil perceber-se porque se perderam 10 pontos em 15 possíveis.
A exibição frente ao Leiria roçou o surreal, mas foi o momento de viragem!
Houve ainda tempo para uma recaída no Dragão, mas a equipa recompos-se e mostrou em Guimarães, contra o difícil Braga e essencialmente no derby que até pode vir a lutar pelo título até ao fim...
Entre as principais dificuldades regista-se a incapacidade do plantel ter alternativas credíveis a Rogério, R.Jorge e Custódio, para não falar da falta crassa que faz um avançado de respeito ao lado de Liedson...
Pode mesmo ser de Mota que o Sporting se apresenterá ao título, mas que me desculpem os mais crentes, tenho muitas dúvidas!
Como facto positivo realço o que Peseiro fez do meio-campo do Sporting, uma alegria de ver jogar, com 4 jovens, 3 formados no clube, que dão o toque de classe a esta equipa.
Como facto negativo realço a incapacidade da equipa sofrer poucos golos, mesmo com Ricardo em muito melhor nível que na última época... e a postura ofensiva do meio campo não explica tudo!

Embora acredite nas potencialidades a médio prazo deste Sporting jovem, apesar das prováveis saídas de Rochemback e Viana no final da época, penso que o título desta época ficará mais pendente sobre quais as lesões mais frequentes que sofrerá o 11 encarnado, e essencialmente, até onde P.Costa aguentará Fernandez, e até onde teremos um FCPorto descrente e triste...


E prefiro não acreditar que serão os senhores de negro a ditar as classificações...

Monday, January 17, 2005

.
Jornada 17


Foi mais uma jornada típica de futebol português, com pouco futebol, e os árbitros a assumirem-se sempre como figuras principais.
Pena que semana após semana muito se fale mas ninguém faça nada...

Nacional 3 – 2 SportingCP
Acabou por ser um jogo engraçado. O Sporting, muito por culpa própria, sofreu dois golos em dois remates, nas duas únicas vezes que o Nacional obteve perigo. Depois foi um deserto de ideias, sem referência de ataque, para se marcar.
O empate final seria ajustado, até porque Ricardo fez duas vezes por isso, o Sporting poderia até ter ganho, mas o Nacional também não desistiu, e por isso mesmo venceu.
O árbitro esteve ao nível que já se lhe conhece. Enquanto Wendell e Cléber fizeram faltas atrás de faltas e não viram amarelos, Paíto viu o primeiro amarelo numa lance perfeitamente normal, que seria transformado em vermelho logo depois. Realço que eu não marcaria penalty sobre Liedson, porque embora Hilário tivesse sido displicente ao não evitar tocar em Liedson não tocando na bola, é o avançado que desvia a bola e não se desvia para ela, deixando-se embater no guarda-redes. Mas os árbitros teimam sempre em marcar...
Em resumo, concordo que a principal razão do Sporting ter perdido foi exactamente ter querido ganhar, mesmo contra o critério de Olegário. Mas é por isso que me dá prazer ver o Sporting jogar, porque bem ou mal, sinto que o treinador quer ganhar sempre! E não foi Rochemback que fez falta, foi um Liedson ao nível habitual, e alguém que o acompanhe no ataque...

Académica 0 – 0 FCPorto
Foi um jogo perfeitamente enfadonho. É uma pena ver este FCPorto jogar desta maneira. Tudo isto 6 meses depois de um FCPorto que até arreguilava a vista.
Grande exibição de McCarthy, que só poderia ser expulso 3 ou 4 vezes... mas como vai sendo reincidente, talvez os árbitros já se tenham habituado...

SLBenfica 4 – 0 Boavista
A despeito da reabilitação do Benfica, patente no resultado, e na onda de euforia e histerismo que acompanha cada vitória (lembram-se do Benfica-Setúbal?), é impossível não registar a exibição de luxo de João Ferreira. Como é possível ainda haver quem arbitre assim na primeira Liga?
Desde erros técnicos (penalty de Cadú, penalty de Miguel, falta de Karadas no terceiro golo) que influenciaram o decorrer do jogo, a uma inacreditavel postura disciplinar (agressão impressionante de Petit, falta violenta de Tiago que até arrepia, só para citar os exemplos mais graves!) que acabou numa expulsão, por supostas palavras de Zé Manel...
É fácil perceber que é mais grave um ‘caralho’ a Sua Santidade o Árbitro, que um soco na face, ou uns pitons no cravados no joelho...


Mas será por acaso que não há árbitros portugueses sequer nos pré-convocados para o Mundial? Talvez seja mais fácil desculparem-se com o Apito Dourado, mas nunca vi Augusto Duarte arbitrar da forma que João ferreira arbitrou...

Friday, January 14, 2005

.
O que se passa?

Fernandez começou por dizer que tinha pedido um médio box-to-box, e P.Costa desmentiu no dia seguinte!
Fernandez não queria perder Derlei, mas a SAD pôs o Ninja a mexer...
Fernandez é ‘acusado’ de não gostar de brasileiros, mas o Fcporto reforça-se com 2, e o terceiro espera em Lisboa...
O FCPorto tem provavelmente o mais conceituado plantel de sempre, mas um jovem semi-desconhecido, que nem era indiscutível no Marítimo, chega, treina 4 vezes, e segundo Fernandez, joga de certeza no 11 titular?
César Peixoto é aposta na última jornada, e dois dias depois é dispensado...
Raúl Meireles, deviado de Alvalade há 6 meses, segue o mesmo trajecto de P.Assunção e é dispensado...
Fabiano e McCarthy, que não se entendem fora das 4 linhas, e pelos vistos também não se entendem dentro delas, continuam os dois...
Um central de referência, que é a principal necessidade do clube, nem vê-lo...
À insegurança de Baía, responde-se com o pré-acordo de Hélton!

Será isto normal num clube que sempre teve uma estabilidade extraordinária, nas boas e até nas más horas?

Será que P.Costa perdeu o controlo sobre Jorge Mendes e companhia?!? O que é que se passa?


P.S. – Saiu um derby para a Taça! Não poderia ter saído melhor sorteio ao Sporting (quer vença, quer perca...), mas sobre isso escreverei mais tarde...

Wednesday, January 12, 2005

.
Mercado de Inverno – parte I

Há 1 mês atrás pensava-se que Benfica e Sporting seriam a grande animação do mercado de Inverno, mas de facto, é o campeão nacional que agita o mercado!

Mesmo possuidores do mais vasto plantel, com as melhores individualidades, o FCPorto aproveitou o Natal para vender Derlei e C. Alberto, duas figuras do já longínquo reinado de Mourinho.
No Dragão fala-se de balneário, de indisciplina, de descontentamento com Fernandez e até na habitual postura pouco profissional de vários brasileiros, a outrora denominada ‘escola de samba’.
Aquando das saídas do Ninja e do Feijão, muitos vieram clamar que não era por acaso que se tratavam de 2 brasileiros. É agora com espanto que se percebe que as contratações efectuadas são Leandro e Leo Lima (este com passado disciplinar complicado na Madeira) e que vem a caminho Cláudio Pitbull e muito possivelmente um extremo de renome, todos brasileiros!!!
Pelo meio aparece ainda o nome do ‘galáctico’ Lucho Gonzalez, que poderá fazer o FCPorto perder a cabeça, para reforçar o meio-campo do s dragões.

Pelas bandas da luz a equipa reforça-se a olhos vistos! Mesmo que não viesse ninguém, as saídas de Zahovic (confirmada ontem), de Sokota e Argel, aumentam a qualidade média do plantel, e muito!
Estranho é que se fale há 3 semanas de Maxi Lopez (o 5º avançado centro para uma equipa que joga no máximo com 2...?!?!) e o jogador nunca mais chegue! Já passou o derby, e passará o embate frente ao Boavista, o que significa que a vir, Lopez já poderá vir tarde...
O número 10 por que todos desesperam não chega, a alternativa a Petit e Fernandes não aparece, R.Rocha está em fim de contrato, Argel de malas feitas, Luisão sempre lesionado, o que deixa antever a necessidade de um central! E porque não uma alternativa credível a Miguel, que em Junho sairá? J.Pereira voltou a provar no sábado que não o é...

Em Alvalade mora o parente pobre do mercado.
Só se fala em jogadores desconhecidos, a custo zero, ou por empréstimo, e mesmo assim não se contrata ninguém!
Já saíram Danny, P.Sérgio e Tinga, e M.Sérgio e tello estão a caminho... no sentido contrário promoveu-se Moutinho, e pelos vistos vai-se atacar o título de.... Mota!
Num plantel agora curto, e para já parece descartada a vinda de Manduca (é um óptimo jogador...), porque não Pierre Wome? E Roncatto, não seria uma aposta de futuro?
Mesmo percebendo as restrições da SAD, que apoio, vejo 4 jogadores na SuperLiga que poderiam ser interessantes no plantel, mesmo não sendo decisivos... Edson (alternativa a Wome), João Paulo (central e trinco), Assis (médio de ataque) e Wender (ou Manduca)!

O Boavista reforçou-se muito bem, e será muito incómodo para o título! O SCBraga, que poderá perder 2 ou 3 jogadores influentes para os encarnados (ou não!) já se vai acautelando, para que pelo menos a Uefa seja uma certeza... mas o pódio, e consequente Champions League não será assim tão impossível...

Monday, January 10, 2005

.
Jornada 16


A jornada acabou ontem, e o Sporting manteve-se na frente. A classificação começa a fazer finalmente juz ao futebol praticado há várias semanas. Não fora o começo decepcionante dos leões e já estariamos a mais de meia dúzia de pontos.

A jornada serviu para confirmar a forma péssima com que o Fcporto se exibe internamente, e para confirmar que Boavista e SCBraga serão ossos muito duros de roer! O Benfica desceu para 5º lugar e terá na próxima jornada jogo decisivo contra o Boavista!

Nas Antas foi possível ver um castigo exemplar a jogar na segunda parte, quando o FCP se viu aflito! Grande castigo, sim senhor! Como é dura a disciplina para aqueles lados...
Realço também a excelente exibição de João Vilas Boas no Dragão, que bem coadjuvado pelos seus auxiliares, que tiraram foras-de-jogo em catadupa ao Rio Ave (um de Paulo César é lindo...), que não conseguiu ver um penalty do tamanho das Torre dos Clérigos de J.Costa sobre Gaúcho, aos 68min, com o resultado em 0-1...

Nada que se estranhe, para quem vai vendo futebol com regularidade...

.
SportingCP 2 – 1 SLBenfica


O Sporting venceu com naturalidade e justiça o grande derby do futebol português.
A uma vitória bem conseguida, mas difícil e trabalhosa, à a acrescentar uma surpreendente falta de confiança dos encarnados que, a jogar meia-hora com um homem a mais, se deram ao luxo de esperar pelo adversário, à espera de que um contra-ataque resolvesse o jogo. A jogar com 3 médios defensivos desde o início, não houve coragem sequer para mais um avançado...

O Sporting começou o jogo ao ataque, como lhe competia, mas o Benfica entrou muito bem, pressionando alto, e tentando sair a jogar por Simão e Geovanni. À excepção de um lance quase foetuito de Beto logo no início do encontro, o Sporting tinha o domínio consentido do jogo, mas só depois dos 20 primeiros minutos chegaria o primeiro lance de verdadeiro perigo, e como apareceu Liedson na conclusão... deu golo! E que grande golo, a fazer lembrar a cabeça de... Jardel!

Pensou-se que o sporting poderia partir para cima do Benfica, mas uma boa combinação entre Fernandes e Gomes dava ao Benfica a primeira jogada com princípio, meio e fim, primeiro remate e... golo! Estava feito o empate.

Voltava ao ataque o Sporting, voltava tudo à estaca zero. Mas por pouco tempo, uma vez que a expulsão de Rui Joge, a 10 minutos do intervalo mudaria o ambiente do derby. Após a expulsão o Sporting ficava órfão na esquerda, Viana recuava no terreno, e Douala passava de ponta-esquerda a médio-esquerdo. Mesmo assim foram 10 minutos de Sporting a atacar e de Benfica a defender, que ainda assim aproveitou para rematar mais duas vezes à baliza, num livre frouxo de Petit, e num lance de contra-ataque de Simão...

Ao intervalo o Sporting ganhava em tudo menos no resultado – 11-3 em remates; 64%-36% em posse de bola; 4-0 em cantos; 1-0 em expulsões...

Na segunda parte o Sporting apareceu com Paíto no lugar do desajustado Douala e com Viana de novo a organizar. O Benfica mantinha-se com o mesmo 11 (o dos 3 MD...)

Paulatinamente o Sporting continuava a atacar como se estivesse com 11, agora puxando mais por Paíto e Rogério, e com Martins no meio e Roca pela direita. Custódio desdobrava-se em todo o meio-campo, e fazia-se notar mais que os 3 adversários na mesma área de terreno...
Se o jogo só tinha um sentido (o Benfica continuava a não atacar, a não pegar no jogo, e a não rematar...), mais ficou, quando Alcides foi expulso à passagem dos 20 minutos da primeira parte. No estádio sentiu-se que a vitória estava ali ao virar da esquina...

E não houve sequer tempo (!?!) pata Trap colocar mais em defesa, pois 5 minutos depois Martins, com toda a calma do mundo, dá o golo a... Liedson!

Mesmo dez conta dez, esperava-se reacção dos encarnados, pelo menos à procura do empate, mas não foi isso que se viu. Os leões continuaram a jogar a seu bel-prazer, puxaram pelos olés das bancadas, trocaram a bola com mestria, e o Benfica, em 30 minutos voltou a ter dois remates de perigo relativo – um livre de Simão muito por cima da barra e um cabeceamento de Mantorras que saiu muito ao lado da baliza...

O jogo terminou como começou, sempre com domínio absoluto do Sporting...


O árbitro – Duarte Gomes


O árbitro lisboeta começou muito bem o encontro. Utilizou um critério rígido, até amarelou os resmungões Simão e Beto, e admoestou as faltas duras de Fernandes e Viana. Terá na primeira parte faltado o amarelo a Fyssas por entrada dura...
O momento da primeira parte é a expulsão de Rui Jorge. Muitos terão estranhado a expulsão, pois em Portugal é raro mostrar-se o vermelho em situações idênticas, mas se o árbitro considerou que Geovanni controlaria a bola e que Ricardo não chegaria à bola primeiro, dada a jogada quase frontal à baliza, a expulsão é correcta.
Dois lances duvidosos ainda na primeira parte. No golo encarnado, Gomes aparece no limite do fora-de-jogo, e mais centrimentro, menos centrímentro, teria que se aceitar qualquer decisão do fiscal-de-linha. Já o lance que Simão falhou em frente a Ricardo é precedido de claro fora de jogo, que só por sorte não deu golo...
Pior foi a 2ªparte.
Logo aos 4min Duarte Gomes mostrou que se tinha esquecido dos cartões no balneário, perdoando amarelo evidente a Fernandes (seria o 2º)... pouco depois seria Petit o perdoado, e ainda João Pereira. Rochemback, que reclamou tanto como Beto ou Simão também não viu o amarelo. Em resumo, o critério também teve duas partes...
Aos 20 minutos a expulsão de Alcides é ainda menos entendível que a de RJorge! Se o lance é idêntico ao da primeira parte em termos de falta, e até em zona mais frontal, a verdade é que Liedson está ainda mais pressionado por adversários... Duarte Gomes terá considerado, tal como para Geovanni que Lidson estaria em condições de rematar isolado frente a Quim... mas só os entecedentes no jogo justificam o benefício da dúvida a DGomes.
Até ao final do jogo ficou ainda por expulsar Argel, por segundo amarelo por entrada dura a Sá Pinto... mas aí já o critério ia longe, muito longe...

O momento do jogo – 69min

Após asneira infantil de João Pereira, que com 3 jogadores em linha de passe se deixa antecipar por Paíto, Roca volta a cruzar para a área onde a colocação de Fyssas no lugar de Alcides deixa Martins solto de marcação, que se limita a colocar a bola em Liedson, que sem oposição faz golo fácil...

A figura do jogo – Liedson

Muita polémica pelas férias do jogador e com razão. Encarnados e azuis gostariam de ter visto o ‘levezinho’ de molho umas semanas, ou porque não vendido ao Dínamo de Moscovo, mas Peseiro e a SAD viram o que era mais importante para o balneário e para o Clube...
Liedson foi incansável, fez 3 remates e marcou 2 golos. Arrancou a expulsão de Alcides e foi sempre o maior perigo, mesmo jogando 1hora sozinho no ataque...
É só, de longe, o melhor atacante da SuperLiga, e também o melhor marcador, agora bem destacado!


O Sporting 1 a 1

Ricardo (5) – Teve uma noite descansadíssima, e não fez uma sequer defesa. Esteve bem nos cruzamentos, mas aos 35min da segunda parte saiu em falso a canto cobrado na direita... valeu a atenção de Polga! Não terá dado para aquecer...
Rogério (8) – Grande exebição deste lateral que tem óptimo toque de bola e bom posicionamento defensivo. Não é nada duro, nem sequer muito rápido, mas ontem secou Simão, e ainda fez meia-dúzia de jogadas de fino recorte, num lado direito leonino de grande classe.
Polga (6) – Exibição positiva, apenas manchada pelo golo de Gomes, onde divide culpas com o outro central.
Beto (7) – esteve defensivamente ao nível de Polga, com o mesmo erro. Devia ter evitado os protestos e o amarelo. Quase marcava logo no início, e é dele o soberbo passe que desmarcou Roca para o primeiro golo... justificou perfeitamente o lugar!
Rui Jorge (4) – Não estava a jogar mal, mas é infantilmente batido por Geovanni no lance da expulsão.
Custódio (7) – Aí está o mais decisivo e insubstituivel jogador do plantel do Sporting. Há dez anos atrás a posição era de Paulo Sousa, e as semelhanças são evidentes... Grande jogo, com ocupação exímia do terreno mesmo quando tinha 3 encarnados pela frente.
Martins (7) – É uma alegria ver jogar este miúdo. Joga e remata com os dois pés, sai em drible e em passe longo, joga por dentro e na linha! Está em grande forma. E a selecção é já ali...
Viana (7) – Joga com preocupações defensivas, mas está a crescer como jogador. Ontem até a defesa esquerdo esteve muito bem. Também para ele a selecção não será uma miragem...
Rochemback (7) – O brasileiro tarda em conseguir uma forma física como a do início da época passada, mas a sua qualidade disfarça! Fez um bom jogo, mais esforçado quando teve que jogar na direita, mas esteve nos dois cruzamentos para os golos... e foram os dois na esquerda!
Douala (4) – Esteve discreto. Nem a dureza de Alcides a marcá-lo explica a pouca capacidade de explosão do camaronês, que não estava bem fisicamente. Acabou por ser naturalmente sacrificado pela expulsão de Rui Jorge...
Paíto (7) – Grande surpresa foi o moçambicano. Falhou 2 cruzamentos, é certo, mas não perdeu discernimento a defender e trocou muito bem a bola a sair para o ataque. E embora Pereira seja ‘anjinho’, a recuperação para o segundo golo é de sua autoria.
Sá Pinto (7) – Entrou a dez minutos do fim, mas entrou cheio de vontade. Correu muito, defendeu e saiu sempre a jogar de cabeça levantada. Arrancou várias faltas e deu novo pulmão ao ataque. Pena que tenha sido pouco lesto nos contra-ataques. Está aqui a grande contratação de Inverno para o meio-campo do Sporting...


P.S.- Foi o melhor ambiente que senti no novo Alvalade, desde a sua inauguração. Teve a maior enchente desde a inauguração, e as bancadas, em especial depois do segundo golo, estiveram sempre a saltar, com a alegria e confiança estampadas nos rostos...

Friday, January 07, 2005

.
Derby

Vem aí o grande derby do futebol português, logo depois do difícil jogo frente ao Pampilheira! Para desgosto de muitos, o Sporting ganhou com naturalidade, e sem penalties, ao modesto, embora esforçado Pampilhosa! Paíto, muito verde, terá conseguido um dos melhores golos da sua carreira...

Mentiria se dissesse que não estou confiante para o derby. Aliás, com as equipas que espero subirem ao relvado, das duas uma, ou o Sporting ganha ou então, que juntos os jovens jogadores, mais as esperanças e os brasileiros, o técnico jovem e promissor e que se dediquem todos à piscatória!

Em princípio o Sporting alinhará com Ricardo, Rogério, Enak, Polga(Beto), Rjorge, Custódio, Martins, Viana, Roca, Douala e Liedson.
O Benfica apresentará Quim, Pereira, Argel, Alcides, Fyssas, PAlmeida, Petit, Fernandes, Simão, Geovanni e Gomes.

Que me desculpem os poucos bons jogadores que o Benfica apresentará, mas se o Sporting não vencer, salvo acontecimentos dúbios, é porque não merece sequer ser candidato ao título, quanto mais vencedor da HiperLiga!

Liedson jogará, e será trunfo fundamental. Sem ele o Sporting seria mais fraco, mas em todo o caso seria mais forte que este Benfica, que, a meu ver, seria mais forte com Luisão e Miguel, mas até mesmo com Bruno Aguiar, Carlitos ou até Zahovic! Não há pior que Palmeida nos encarnados, e não percebo como pode Trap apostar neste jogador...

Mas não se esqueçam que os derbies são muitas vezes surpreendentes, e que muitas vezes até ganha o pior, situação que favorece claramente os encarnados...




O ‘exemplo’

Embora muitos não o queiram admitir, mais importante que este derby, é, para o FCPorto, a vitória sobre o Rio Ave, e consequente distanciamento de SCP, SLB, ou até dos dois!
Para este jogo, Emanuel, Costinha e Bosingwa estão em dúvida, e Diego e Derlei poderão ter que ser chamados!
Ora bem, a tão ventilada disciplina dos azuis poderá ser ‘contornada’! Ou não, mas e se o FCPorto não leva de vencida o Rio Ave, e perde a liderança? Quem gostará de ver Diego ou Derlei, ou Pepe a prolongar férias na equipa B?
E mais, se os jogadores forem convocados para o jogo, que raio de castigo é treinar (descansar) na equipaB? Será para que os jogadores não estranhem a mudança brusca de praia para treinos puxados?
À excepção de uma vitória clara utilizando uma equipa de reserva, o FCPorto sairá sempre escaldado deste ‘exemplo’ de disciplina...

Tuesday, January 04, 2005

.
Pampilhosa vs Liedson


Num dia de jogo frente ao Pampilhosa, porventura o mais difícil da temporada, e onde vencer por muitos, sem penalties à Paixão, será imperativo, o assunto do momento é Liedson...

O brasileiro, umas das maiores dores de cabeça de SLBenfica e FCPorto, extendeu-se por mais meia dúzia de dias em férias! Rapidamente o País ‘xico-esperto’ veio clamar a vivos pulmões que os brasileiros são todos iguais e que Liedson anda é pior que Jardel...
Eu também acho, marca menos golos...

A Comunicação Social entrevistou tudo e todos, menos Liedson e a Sporting SAD. Os benfiquistas riram, e os portistas até castigaram 4 jogadores para dar o exemplo! Esperam agora, que Liedson já voltou, que este seja castigado pelo menos por 4 meses, e eu esperaria o mesmo se fosse Simão a atrasar-se 5 minutinhos a chegar ao treino!

Jogue ou não Liedson contra o Benfas, tenho confiança em que joguem 11... o resto são futebóis!


P.S.- Primeiro era o nascimento do filho, depois o amarelo propositado, e por fim dívidas de salários e prémios... admira-me que o Record não tenha noticiado uma tentativa de tranferência forçada para o Criciúma, o Ponte Preta ou o.. Benfica!

Monday, January 03, 2005

.
2004

Foi sem dúvida um dos melhores anos do futebol português.
Aqui ficam momentos e personalidades do ano que passou.

Momentos

Gelsenkirshen – FCPorto
Grande vitória do FCPorto frente ao Mónaco. O segundo golo (de Deco) é uma obra prima do futebol.

Jamor – SLBenfica
É um título menor, mas para o Benfica, para já, qualquer título é notícia. Depois da histeria no ciclismo, no Futsal, nos juniores, eis que Camacho, qual D.Quixote, leva o Benfica à conquista da Taça. E sempre foi contra o campeão europeu...

Euro 2004
Portugal – Espanha
O pontapé seco de Nuno Gomes pôs a Espanha na linha, que bem mereceu. Foi um golo contra toda a nossa tradição, de esperar-mos sempre pela última e... perder-mos! E que golaço!
Portugal-Inglaterra
Foi o melhor jogo do Euro! O melhor de Portugal, digno do golaço de Rui Costa (o último?), do penalty ‘Panenka’ de Postiga e da defesa seguida de golo memorável de Ricardo ‘Labrecas’ sem luvas! Uma chapadona na cara de muita gente, um momento único para todos os Tugas!
Simplesmente inesquecível...
Portugal – Holanda
O golo de Maniche, impressionante, selou uma exibição de classe como raramente vi na selecção.

Yokohama – FCPorto
O olhar de pantera de PEmanuel foi o começo da justiça em que o FCPorto passeou superioridade, e foi proclamado o clube mais vitorioso de 2004! Merecido.

Figura do Ano – Mourinho
Palavras para quê?

Jogador do Ano - Deco
...pelo que fez no FCPorto e na selecção, e porque é o sucessor natural de Rui Costa, e o nosso nº10 para o futuro...

Decepção do Ano - Sporting
...esteve a morder os calcanhares do FCPorto e empatou em casa no clássico. Esteve com o 2º lugar no bolso, e perdeu-o para um pobre Benfica. E no final, FSantos não sabia porque ia embora...

Atleta do Ano - Obikwelu
...como corre este rapaz!

Facto do Ano
O Apito Dourado até pode não dar em nada! Pode até arrolar tudo e todos, Sporting, Benfica e afins, descredibilizar-se ou simplesmente esquecer-se, mas pelo menos alertou os mais distraídos (só mesmo estes!) para a máfia que é o nosso futebol!



Saudações