Sporting... sempre!

Esforço, dedicação, devoção e glória!

Wednesday, June 29, 2005

SLBenfica

Foi o grande vencedor da época desportiva em Portugal.
A vitória na SuperLiga, a chegada à final da Taça de Portugal, e a eliminação nos 16avos-de-final, às mãos do vencedor, na Taça Uefa, são as conclusões óbvias de uma boa temporada dos encarnados.
Pode dizer-se que os adversários estiveram fracos, que a Liga esteve equilibrada por baixo, mas a verdade é que para se ser campeão basta fazer-se mais pontos que os adversários, e isso foi conseguido.
Independentemente de se gostar do estilo de Veiga ou não (e eu não gosto!), o mérito na blindagem do balneário foi evidente.
Por muitos lenços brancos que se tenham exibido ao velho Trap, também é muito dele o mérito na vitória final.
E há que reconhecer que, embora com um plantel limitado, os 11 do costume mostraram argumentos, e mostraram-se competitivos.

A meu ver o Benfica está no bom caminho, em termos de estrutura, mas para ser um clube europeu ainda tem um longo caminho a percorrer. A futura Champions, e a próxima Liga serão, a meu ver, um exemplo disso mesmo…


FCPorto

Esta foi a pior época que me lembro do FCPorto, desde que me conheço. E nem a 2ªposição, a lutar pelo título até final desculpam a sequência de tiros no pé!
Nunca se viram 3 treinadores numa mesma época no FCPorto (4 se pensarmos que Co Adriaanse foi contratado 1mês antes do final da SuperLiga…).
Nunca se viu tamanha roda viva de entrada e saída de jogadores, com casos como os de Assunção e Rossato que foram desviados dos rivais e nem chegaram a equipar, ou como as contratações fantasma de Pitbull, Léo Lima ou Bomfim que mais pareceram imposições de ‘agentes fifa’…

Desportivamente nunca houve foi de jogo, nunca houve equipa, nunca houve futebol.
Para esquecer.


SportingCP

Foi uma época atípica. O início foi desastroso. Peseiro demorou 6 jornadas a perceber que Rogério era defesa-direito, e que Custódio era vital no meio–campo.
Para ajudar, Barbosa, Sá Pinto, Niculae, Douala e essencialmente Rochemback estiveram lesionados e Moutinho ainda era um desconhecido.
Ao final da 5ªjornada os leões estavam a 8 pontos do primeiro (Benfica), com 10 pontos perdidos.
Mas Peseiro endireitou a equipa. E viu-se futebol. A espaços e alternando jogos memoráveis com jogos medíocres.
Grandes exibições em Guimarães, no Bessa, na Luz para a Taça, e por essa Europa fora, com banho na banheira da Roterdão e verdadeira epopeia em Alvalade frente ao Newcastle. Com exibições limitadas venceram-se os rivais em Alvalade.

Durante a época ganhou-se um grande central (Enak), um grande médio-centro (Moutinho) e um jovem avançado prometedor (Pinilla) que teve o azar de se lesionar quando poderia ter dado contributo importante na fase final da época…

Não se ganhou nenhum título, mas não faltou muito. Foram pormenores (na Luz) e pulmões (na Uefa!). Mas ganhou-se reconhecimento, capitalizaram-se jogadores, e ganhou-se um equipa jovem, lutadora, e que poderá dar grandes alegrias no futuro.

Tem a palavra José Peseiro.

Friday, June 03, 2005

.

SuperLiga

Terminou há alguns dias a auto-proclamada SuperLiga.
Como todos se deveriam ter apercebido, venceu o SLBenfica. Não me parece muito importante falar da justiça da vitória, até porque no final da competição o Benfica foi quem amealhou mais pontos – logo foi o vencedor.
Em segundo lugar ficou o FCPorto, seguido do Sporting, do Braga e do VitóriaSC, sendo que via Taça de Portugal, o Setúbal será o outro representante português nas competições europeias.

No final do campeonato a própria SuperLiga entendeu entregar os seus prémios. Desapontado com a injustiça de terem sido apenas presenteados dois representantes do Benfica, aqui ficam os prémios do blogue aos intervenientes desta Liga.


Melhor Equipa SCBraga
Melhor Futebol SportingCP
Melhor GRedes – Hélton (U.Leiria)
Melhor Defesa Lateral-direito – Rogério (SportingCP)
Melhor Defesa Lateral-esquerdo – Jorge Luiz (SCBraga)
Melhor Defesa Central – Enakharire – (SportingCP)
Melhor Médio Defensivo – Manuel Fernandes (SLBenfica)
Melhor Médio Ofensivo – João Alves (SCBraga)
Melhor Extremo – Wender (SCBraga)
Melhor Avançado – Liedson (SportingCP)
Melhor Marcado – Liedson (SportingCP)
Melhor Treinador – Jesualdo Ferreira (SCBraga)

Jogador Revelação – João Moutinho (SportingCP)
Melhor Jogador da SuperLiga – Liedson (SportingCP)


Ficam ainda duas menções honrosas para os regressos de Pedro Mantorras e Sá Pinto e um adeus especial para João Manuel, ex-jogador do Moreirense, falecido.


Dentro de momentos seguirá um comentário à época dos 5 primeiros classificados na SuperLiga.